Fotografo: Reprodução
...
Divulgacao

Abin sem grampo 
Em reposta à CPMI das Fake News do Congresso, o Gabinete de Segurança Institucional  garante que não está ou esteve em discussão a criação de uma “Agência de Inteligência (Abin) paralela” para produzir grampos telefônicos e dossiês. No ofício 49/2020, o ministro do GSI, general Augusto Heleno, diz que “esta pasta não tem conhecimento sobre esta discussão”. O pedido de informações foi feito pelo deputado Rui Falcão (PT) após o depoimento da deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), ex-aliada do Governo, no qual afirmou que o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho do presidente da República, sugeriu criar uma “Abin paralela” no Palácio do Planalto. 
Folia
Chamuscado pela ronda do camburão da PF (os policiais não estão fantasiados) o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro, passou com pompas por Olinda e Recife.
Folia 2
A turma que vai pular o frevo em Pernambuco está menos tensa que anos anteriores. Caíram os índices de criminalidade no Estado – menos 14,3% de assassinatos, por exemplo, e sem rebeliões ou fugas nos presídios.
Folia 3
O Governo da Bahia vai desembolsar alguns milhões para shows de artistas em Salvador neste Carnaval. Segundo o Diário Oficial, entre eles, Daniela Mercury levará R$ 750 mil por dois shows. Luiz Caldas, 600 mil, e R$ 200 mil vão para Psirico.
Conselho (de fachada) 
Com seis pedidos de investigação contra senadores na fila, o Conselho de Ética e Decoro do Senado segue sem previsão para deliberar sobre as representações. O colegiado se reuniu apenas duas vezes em 2019 para eleger o presidente, senador Jayme Campos (DEM-MT), e empossar os parlamentares titulares e suplentes. Assim com o antecessor, o ex-senador João Alberto Souza (MDB-MA), Jayme Campos encaminhou os pedidos de investigação para análise da Advocacia do Senado.
Sanidade pra urna
Nestes tempos estranhos, faz sentido: Candidatos poderão ter que apresentar, entre outras exigências listadas no Código Eleitoral, atestado de saúde física e laudo de sanidade mental. É o que propõe o PL 159/20 apresentado pelo deputado Sérgio Vidigal (PDT-ES). Segundo o parlamentar, o laudo de saúde mental é a garantia de que a população escolheu o representante com capacidade e estabilidade psíquica e cognitiva.
 
 
Liberdade Econômica 
Relator da Lei da Liberdade Econômica, deputado Jerônimo Goergen (Progressistas-RS) está a caminho do Japão numa missão de empresários e políticos a convite do Governo nipônico. Ficam de hoje até dia 1º de março em visitas a Tóquio, Nagoya e Kyoto. Querem trazer experiências de ambiente competitivo de negócios.
MERCADO
Só piora
A despeito da Reforma – que terá resultado em alguns anos – a Previdência Social registrou, no ano passado, um déficit de R$ 213,2 bilhões, crescimento de 9,2% em relação a 2018. A despesa com benefícios cresceu 6,8% e fechou o ano em R$ 626,5 bilhões. O gasto previdenciário correspondeu a 43,5% da despesa da União. 
FGTS na praça
O Conselho Curador FGTS manteve o orçamento de R$ 77,9 bilhões para 2020, mesmo valor do ano passado. Desse total, estão reservados R$ 65,5 bi para o financiamento da casa própria, dos quais R$ 9 bilhões destinados a subsidiar a aquisição de imóveis pela modalidade “habitação popular”. 
Do cartão
Relatório da Visa ao qual a Coluna teve acesso mostra que o comércio digital está crescendo na América do Sul, mas as transações presenciais ainda são a modalidade preferida pelos consumidores nas férias. A Colômbia é primeira em e-commerce, na região, seguida de perto pela República Dominicana.
e-commerce
Aliás, o Brasil cresceu pouco no e-commerce na Black Friday de 2019, em relação ao ano anterior, se comparado com outros países da região. Foram 21% a mais. Ok, mas Chile cravou crescimento de 91%, Colômbia registrou 28%, e Costa Rica e República Dominicana marcaram 40% a mais no segmento. 
Seu CPF 
Consumidores que tiverem documento furtado ou perdido durante a folia poderão monitorar a movimentação do seu CPF de forma gratuita por 30 dias para evitar ações de golpistas. Por meio do ‘SPC Avisa’.
 
 
 
ESPLANADEIRA
 
# A água patrocinadora das folias de SP e Rio, AMA, da Ambev, vai destinar 100% do lucro de sua venda para projetos (cisternas e instalações diversas) que levam água para quem não tem. A marca espera arrecadar R$ 350 mil neste Carnaval – o que pode beneficiar até 6 mil pessoas.