Fotografo: Marcelo Camargo/Agência Brasil
...
O ministro da Educação, Abraham Weintraub

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, admitiu falhas no gabarito das provas de candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019. Em postagem publicada no Twitter, Weintraub diz que essa "inconsistência" teria afetado um número "baixo" de candidatos e que até o dia 20 o problema seria resolvido.

A publicação feita por Weintraub aconteceu horas depois de diversos grupos de candidatos e candidatas do Enem terem reportado problemas na contagem dos pontos de suas provas. Segundo eles, apesar do número elevado de questões certas, as suas pontuações teriam sido muito abaixo do normal.
 
Um grupo de estudantes chegou a criar a hashtag #erronoenem no Twitter, nesta sexta-feira, após a divulgação das notas das provas.
 
"Houve inconsistência no gabarito de algumas provas do Enem 2019 e, por isso, candidatos foram surpreendidos com os resultados de suas notas. O número é muito baixo. Até segunda-feira, dia 20, tudo será resolvido. Pedimos desculpas aos participantes do exame pelo transtorno", escreveu Weintraub.
 
Uma entrevista coletiva foi convocada para este sábado na sede do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela realização da prova.