Fotografo: BlogdoSena
...
Sem Legenda

O imbróglio entre a Prefeitura de Vitória da Conquista e os moradores do bairro Morada Nova parece ter chegado ao fim. Nesta terça-feira (11), o coordenador do movimento ‘Pavimentação Já’, a presidente da Associação de Moradores do bairro, Rosângela Gusmão, o secretário de Mobilidade Urbana, Jackson Yoshiura, se reuniram com a promotora Guiomar Miranda no Ministério Público Estadual (MPE) a fim de encontrar um consenso que atendesse a demanda das duas partes.
 
O acordo firmado entre a Prefeitura e os moradores é de que as obras de asfaltamento da escola que será inaugurada serão retomadas, correspondendo a cerca de 200 metros de asfalto. Em contrapartida, a Prefeitura assumiu o compromisso de apresentar, no prazo de 60 dias, um projeto para extender o asfaltamento a todo o entorno da escola.
 
A iniciativa de asfaltar apenas a frente da escola, deixou os moradores revoltados. Desde então, eles estavam impedindo o andamentos das obras, situação que se arrastava desde novembro do último ano. Anteriormente, os próprios moradores já haviam acionado o MPE.
 
Dessa vez, o Ministério Público foi acionado pela própria Prefeitura para garantir o asfaltamento da escola, uma vez que o prefeito Herzem Gusmão firmou com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) de entregar a frente da escola asfaltada. Assim, a inauguração não poderia acontecer até que a pavimentação estivesse pronta.
 
Em contato com oum blog da cidadea, Gama comemorou o desfecho da reunião. Todavia, ele disse que a luta do movimento continua, posto que o objetivo é o asfaltamento de todo o bairro.
 
Foto: BlogdoSena
 
“Vitória do Movimento! Nós saímos de lá com a sensação de vitória, mesmo que ainda não tenha sido contemplado todo o bairro, mas ela prevê uma ampliação dos 200 metros que nós estávamos questionando. Mas vamos continuar na luta porque a demanda é o bairro todo, mas de antemão é uma grande vitória a ampliação”, afirmou.
 
As obras de pavimentação dos 200 metros serão retomadas ainda essa semana.