Fotografo: Divulgação/TV Brasil
...
Sem Legenda

A Bahia continua entre as primeiras opções de viagem dos paulistanos, segundo o Datafolha. De acordo com a Folha, a Chapada Diamantina, Porto Seguro e Salvador estão entre os destaques.
 
SALVADOR
 
Está em transformação: da orla da Barra ao centro histórico, uma série de iniciativas vem repaginando a capital baiana. O bairro de Santo Antônio Além do Carmo, situado depois da subida da ladeira do Carmo, é um exemplo do que poderia ser feito em toda a região do Pelourinho. No Pelourinho, uma das experiências mais ricas e emocionantes é assistir à missa sincrética na igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, cuja celebração é feita com instrumentos de origem africana.
 
CHAPADA DIAMANTINA
 
A mais conhecida entre as chapadas brasileira, Diamantina fica no coração da Bahia. Uma jeito criativo de mergulhar em seus inúmeros encantos é fazer um dos inúmeros trajetos que cortam o vale do Pati. Calcula-se que existam cerca de 35 trilhas, abertas desde o século 19 por garimpeiros, caçadores e tropeiros. O trekking no vale do Pati é considerado por guias tanto daqui como de fora como o mais belo do Brasil.
 
Córregos, rios e corredeiras pipocam por todo canto. Bromélias, sempre-vivas, cactos e orquídeas vão colorindo o trajeto. Dona de uma flora riquíssima, a chapada fica em uma região de transição de biomas: abrange áreas de cerrado, caatinga, mata atlântica e campos rupestres. Entre um passo e outro, pausa para apreciar a sinfonia orquestrada pela queda da água e a cantoria de diferentes pássaros.
 
LITORAL NORTE
 
O estado esbanja diversidade por sua costa. A dica aqui é alugar um carro em Salvador e ir subindo em direção a Sergipe, parando onde lhe der na telha, até alcançar a praia repleta de dunas de Mangue Seco. A parte mais conhecida desse trecho é a praia do Forte. Localizada a cerca de 50 km da capital, a praia é oferece boa estruturada, com oferta generosa de pousadas e resorts.
 
Com faixa de areia clara, alguns trechos rochosos e muitos coqueiros, a orla do Forte se estende por 14 km. Foi ali que nasceu o Projeto Tamar, que estuda e protege as tartarugas marinhas, animais ameaçados. Assim como o Forte, a praia vizinha, Imbassaí, pertence ao município de Mata de São João.
 
Imbassaí, porém, é mais tranquila, ainda preserva alguns trechos da exploração imobiliária nesse trecho da chamada Linha Verde, rodovia que liga o litoral norte da Bahia a Sergipe. 
 
LITORAL SUL
 
A região consegue ser mais rica na oferta e na diversidade de praias do que o lado norte, em Porto Seguro. Os destaques são Arraial d'Ajuda, Trancoso, Caraíva, Ponta do Corumbau. Ainda tem as praias cobertas de vegetação de mata atlântica em Itacaré e as piscinas naturais de Taipu de Fora, localizada na península de Maraú.
 
COSTA DO CACAU
 
Em meio às tentativas de sobrevivência, as florestas de cacau continuam a manchar de verde as margens das rodovias que cortam esse trecho do sul baiano. Viajar pelas estradas da região de Ilhéus é passear por uma grande área circundada de mata atlântica. Uma opção é a simpática Ibirataia, com pouco mais de 15 mil habitantes, onde fica o restaurante Espaço Beija-Flor, que mantém produção orgânica, criadouro de peixes e um menu elaborado com pratos da cozinha brasileira e internacional, sempre com a presença do ingrediente que deu fama à região.
 
Que ainda tem as praias cobertas de vegetação de mata atlântica em Itacaré e as piscinas naturais de Taipu de Fora, localizada na península de Maraú, dona de 50 km de litoral, na chamada Costa do Dendê.