Fotografo: Imagem ilustrativa
...
Sem Legenda

O Banco do Nordeste dispõe de R$ 1,8 bilhão em recursos para aplicações no agronegócio baiano em 2019, incluindo agricultura familiar. O anúncio foi feito durante encontro com produtores rurais e empresários do setor, realizado na última sexta-feira, 31, durante a Bahia Farm Show, em Luís Eduardo Magalhães, a maior feira do agronegócio regional e uma das maiores do país.
 
Somente até o mês de abril, o Banco do Nordeste aplicou R$ 305 milhões com o setor rural do Estado, por meio da contratação de 27,5 mil operações de crédito. Os recursos são oriundos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), operado exclusivamente pela instituição.
 
O presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim, esteve no evento e ressaltou os avanços implementados pelo Banco do Nordeste para tornar o crédito mais ágil, garantindo a governança da empresa. “Queremos fazer cada vez mais e da forma mais correta, com nota de compliance maior a cada ano”, destacou.
 
O presidente do BNB também ressaltou os resultados alcançados em 2018. “Tivemos maior eficiência nas contratações, especialmente na Bahia, onde foram aplicados R$ 9 bilhões”, pontuou. Para o agronegócio, os investimentos no ano passado ultrapassaram a marca de R$ 1 bilhão, dos quais 77% foram destinados a projetos na região do Cerrado.
 
Durante o encontro com produtores, o Banco do Nordeste assinou contratos com clientes das três agências na região (Luís Eduardo Magalhães, Barreiras e Correntina), destinando R$ 29 milhões para o financiamento de plantio, aquisição de máquinas e equipamentos agrícolas, equipamentos para geração de energia solar (por meio da linha FNE Sol Pessoa Física) e Cartão BNB Agro.
 
Ministra da Agricultura
 
Romildo Rolim participou ainda de evento com a presença da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, que realçou a parceria com o Banco do Nordeste. “Quero destacar o papel do Banco do Nordeste, que aplica recursos na Região e vem fazendo uma administração moderna”, frisou a ministra.