Fotografo: Adriano Machado/Reuters
...
Sem Legenda

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta terça-feira (15) a medida provisória que cria o décimo-terceiro salário do Bolsa Família já a partir de 2019.
 
A informação foi divulgada pelo Ministério da Cidadania, que afirmou que o pagamento adicional do benefício vai custar R$ 2,5 bilhões de reais, dinheiro acrescentado ao orçamento da pasta pela equipe econômica.
 
Segundo a pasta, o pagamento será no mesmo valor que os beneficiários já recebem mensalmente e seguirá o calendário normal do Bolsa Família. A criação da parcela adicional foi uma das promessas de Bolsonaro durante a campanha.
 
No entanto, o presidente havia afirmado que o benefício extra seria custeado por combate a ilegalidades no programa. Segundo o comunicado do Ministério da Cidadania, as cobranças feitas pelo governo contra possíveis beneficiários irregulares somam R$ 5,8 milhões, pouco mais de 2% do custo do décimo-terceiro pagamento.
 
De acordo com a pasta, o Bolsa Família hoje atende 13,5 milhões de famílias no Brasil. O benefício médio pago, hoje, é de R$ 189,21 por pessoa.