Fotografo: Reprodução
...
Sem Legenda

A semana foi marcada pelo sobe e desce das cotações do café arábica na Bolsa de Nova York. A chegada da chuva às regiões produtoras do Brasil e o andamento da florada têm provocado ainda mais incertezas no mercado.
De acordo com o analista Eduardo Carvalhaes, os preços baixos estão fazendo com que os produtores segurem as vendas, negociando o mínimo possível apenas para cumprir com compromissos, na esperança de cotações melhores.