Fotografo: Reprodução
...
Divulgacao

Matando empregos.
 
 “Depois de quase dois meses matando empregos, o prefeito Herzem (MDB) resolve fazer”, apontou O vereador Rodrigo Moreira (PP), destacando que muitas empresas foram fechadas e vários trabalhadores acabaram sendo demitidos devido ao fechamento temporário do comércio.
 
Para o parlamentar, não era necessário fazer tantas discussões para determinar a flexibilização. “Não precisava ficar enrolando, conversando com um e com outro. Não precisava dessa algazarra toda”, criticou ele, apontando, em seguida, que o movimento nas ruas demonstra que não há isolamento social na cidade. “As ruas estão cheias, não existe isolamento. Foi só um período para judiar com a população de Vitória da Conquista”, disse Rodrigo Moreira.O vereador perguntou cadê a guarda municipal que já custa R$ 50 mil. Para os cofres públicos municipais . Colocou em dúvida a gestão do prefeito Herzem.
 
Essenciais .
 
Segundo Professor Cori (PT), os profissionais dos serviços essenciais são importantes para a garantia do cumprimento das políticas públicas de assistência social no município. Disse que esses profissionais estão diariamente expostos a possível contaminação da Covid-19. “Os conselheiros tutelares e técnicos dos serviços essenciais são profissionais em situação de risco no exercício das suas funções, pois estão em contato diário com crianças, adolescentes e adultos do nosso município”, explicou, lembrando que esses profissionais precisam fazer sindicâncias externas nas residências, espaços públicos e hospitais, e ainda “passaram a adquirir álcool gel, máscaras e outros itens de proteção por conta própria”.
Dívidas dos clubes de futebol
O Plenário da Câmara dos Deputados pode votar na terça-feira (2) o projeto de lei que suspende os pagamentos de dívidas dos clubes de futebol durante o período de calamidade pública relacionada ao novo coronavírus.
Segundo o PL 1013/20, do deputado Hélio Leite (DEM-PA), ficam suspensos parcelamentos de débitos de clubes junto à Receita Federal, à Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) e ao Banco Central, previstos no Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro (Profut).Fonte: Agência Câmara de Notícias
 
Preucupado.
 
Preocupado com potencial de contágio da Covid-19, o deputado Eduardo Salles (PP) defende medidas que facilitem a identificação imediata dos casos da doença. Por meio do Projeto de Lei nº 23.893/2020, o progressista quer a obrigatoriedade da instalação de sistemas de monitoramento coletivo de temperatura corporal em estabelecimentos públicos ou privados com grande fluxo de pessoas. Segundo o parlamentar, o objetivo é impedir a expansão da pandemia. Fonte Site AL.
 
Arrasadas as estradas.
 
 Hermínio Oliveira (PODEMOS) afirmou que as “as estradas da zona rural estão abandonadas”. Arrasadas. Declarou.
Fonte: Site CMVC,
 
Coluna Tic-Tac:Por : Tico Oliveira