Fotografo: FredMagno/LightPress/Cruzeiro
...
ano Menezes interessa ao Bahia

O Bahia ainda não tem um substituto definido para ocupar o lugar deixado por Roger Machado, demitido do comando técnico do Esquadrão após a derrota para o Flamengo por 5x3, quarta-feira passada, em Pituaçu. Mas a diretoria corre contra o tempo para encontrar um substituto. O clube já tem um perfil definido. A busca é por um treinador mais rodado, considerado “cascudo”, que consiga extrair o melhor do elenco e ao mesmo tempo blinde os jogadores em momentos de crise.  
 
Nesse cenário, um nome entrou na pauta nos últimos dias. De acordo com apuração do CORREIO, a cúpula tricolor fez contato com o técnico Mano Menezes e demostrou interesse em contar com os serviços do treinador no restante da temporada. Mas o Esquadrão esbarrou em um problema pessoal do treinador.
 
Um dos membros da comissão técnica de Mano Menezes, o preparador físico Eduardo Silva sofreu um aneurisma cerebral no sábado e se encontra em estado grave. Ao CORREIO, o treinador explicou que está dedicado ao estado de saúde de Eduardo e só vai tratar de assunto relacionado ao futebol após a melhora do colega. Do outro lado, o Bahia tem certa pressa.
 
Mano Menezes tem 58 anos e se encaixa no perfil de treinador consolidado que o clube procura. Ele acumula passagens de sucesso por Grêmio, Corinthians e Cruzeiro. Nos dois primeiros clubes, Mano fez trabalhos longos tirando as equipes da Série B e alcançando campanhas de destaques nos anos seguintes.
 
Pelo Grêmio, Mano Menezes foi vice-campeão da Libertadores de 2007, dois anos depois de ter sido campeão da segunda divisão. Já no Corinthians, o treinador conquistou a Série B 2008 e a Copa do Brasil de 2009. O bom momento no time paulista levou Mano Menezes à Seleção Brasileira em 2010 - foi o primeiro a convocar Neymar. Ele permaneceu no cargo até 2012, quando foi demitido durante o ciclo de preparação para a Copa do Mundo de 2014.
 
O treinador também tem no currículo passagens por Flamengo e Shandong Luneng, da China. Em 2016, Mano Menezes assumiu o Cruzeiro e permaneceu no comando da equipe até a temporada passada. Pelo time mineiro, ele conquistou a Copa do Brasil de 2017 e de 2018, além de dois campeonatos estaduais (2018 e 2019).
 
O último trabalho de Mano foi no ano passado. Após deixar o Cruzeiro, ele assumiu o comando do Palmeiras. O alviverde terminou o Brasileirão na terceira colocação.
 
Outros nomes
Nos últimos dias o nome do pentacampeão com a Seleção Brasileira Luiz Felipe Scolari chegou a ser especulado na Cidade Tricolor. Apesar de não ter ocorrido contato oficial entre o Bahia e os representantes de Felipão, pessoas ligadas ao treinador confidenciaram ao CORREIO que Scolari tem o interesse em voltar a trabalhar no mercado brasileiro e estava disposto a ouvir uma possível oferta do Esquadrão.
 
No domingo, o Bahia teve o auxiliar Cláudio Prates no comando interino da equipe durante o empate por 2x2, com o Internacional, no Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 8ª rodada do Brasileirão. O desempenho da equipe no confronto deu ao clube um pouco mais de tranquilidade na busca por um novo profissional.
 
A tendência é a de que Claudinho siga como interino do Bahia na partida contra o Grêmio, quinta-feira, às 19h15, no estádio de Pituaçu. Sob o comando do auxiliar fixo do clube, o elenco voltará aos treinos na terça, quando iniciará a preparação para o confronto com os gaúchos.