Fotografo: Ana Luiza Sousa
...
Sem Legenda

O senador Angelo Coronel (PSD) foi vaiado nesta segunda-feira (15), após criticar a Operação Lava Jato. Ele participou da posse da nova mesa diretora da Associação Comercial da Bahia. 
 
Apesar de achar que a operação foi importante para ‘limpar parte da corrupção’, ele disse que é preciso punir os diretores das empresas, "não pode punir fechando as empresas e com isso gerar desemprego". Na avaliação dele, parte dos mais de 13 milhões de desempregados no Brasil é consequência da Operação Lava Jato.
 
Ele citou que no Estaleiro Paraguaçu (BA) havia seis mil empregos diretos, mas a operação Lava Jato acabou resultando na demissão dos trabalhadores. Coronel destacou que o correto seria preservar a empresa e a obra.