Fotografo: Sulbahianews/Ascom
...
Sem Legenda

A visita de um grupo da Câmara de Comércio da China na última terça-feira (9), no município de Barra do Choça deixou contente os produtores de café da agricultura familiar local. é que sua produção vai atravessar fronteiras e sair a uma conquista do paladar dos chineses. Ainda este ano, a Cooperativa Mista dos Pequenos Cafeicultores de Barra do Choça e Região (Cooperbac) começa a exportar seus produtos para o país asiático. A previsão de enviar para o país cerca de 40 toneladas de café por mês.
 
A presidente da Cooperbac, Joara Oliveira, destaca que a exportação de uma grande quantidade de café significa que os cooperados estão organizados: “Isso foi possível graças aos investimentos que o Governo do Estado tem feito na qualificação da agroindústria e na qualificação das unidades familiares. Significa que esses projetos estão promovendo renda para os nossos produtores. Se a gente está fazendo essa exportação hoje é graças a esse projeto, o que vai gerar muita economia e vai tirar a figura dos atravessadores da vida dos nossos produtores”.
 
Para o secretário de Desenvolvimento Rural, Josias Gomes, a Cooperbac está fazendo uma revolução, desde o plantio até a comercialização, produzindo café de qualidade, com inovações fantásticas. “Somos parceiros nessa jornada e eles mostram que quando a agricultura familiar tem incentivo é possível alcançar grandes mercados. Nós estamos mostrando para todo o Brasil e para o mundo que a agricultura familiar da Bahia é economicamente viável e um sucesso mundial”, afirmou. Em novembro, um grupo da Cooperbac visitará as instalações da Câmara de Comércio da China para conhecer pessoalmente seus investidores.