Fotografo: Reprodução
...
Divulgacao

 
 
Fiscais da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) apreenderam, pela primeira vez desde o início do enfrentamento à pandemia do coronavírus, dois ônibus que faziam transporte interestadual clandestino de passageiros, no posto da Polícia Rodoviária Federal do Km 836 da BR-116, no município de  Vitória da Conquista. Os dois veículos, um vindo de São Paulo para Gandu, e outro com destino ao Rio de Janeiro, transportavam 52 passageiros.
Em entrevistas e lives, o governador Rui Costa vinha denunciando nacionalmente a inércia da agência reguladora, que fazia vistas grossas para o transporte clandestino de passageiros partindo de estados onde a disseminação da covid-19 segue em forte expansão. Segundo Rui Costa, a falta de fiscalização estava criando condições para o coronavírus chegar em municípios onde não havia casos confirmados da doença, dificultando o controle da pandemia e o retorno mais breve à normalidade. 
O governador baiano já denunciava, antes disso, a postura de outra agência reguladora do governo federal, a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que recorreu à Justiça para impedir as autoridades sanitárias estaduais de fazer o controle de temperatura de passageiros que desembarcavam nos aeroportos baianos. “Além de não atuarem, impedem que nós atuemos”, reclamou Rui.
A mudança de postura da ANTT foi bem recebida no Palácio de Ondina, de onde o governador baiano tem reiterado apelos para que o governo federal passe a atuar de forma articulada com os governadores e prefeitos no enfrentamento à pandemia: “Não é uma questão político-partidária, é uma questão de defesa da vida”, pontua Rui Costa.
 
Três ônibus interestaduais foram apreendidos nesta semana no posto da Polícia Federal Rodoviária (PRF) de Vitória da Conquista, por transporte irregular de passageiros. A ação de fiscalização vem sendo realizada desde terça-feira (26), pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), em parceria com a PRF, a Vigilância Sanitária (Visa) do Município e a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob).
 
Somente nesta quinta (28), dois veículos ficaram retidos. “Um total de 54 passageiros, nos dois ônibus, todos tiveram aferidas sua temperatura, todos assintomáticos e usando máscaras; porém, nenhum ônibus portava um certificado de higienização”, conta Maico Mares, coordenador da Visa.
Um ônibus com 32 viajantes também foi apreendido na quarta-feira (27). Nenhum passageiro desembarcou na cidade ao longo desta operação. Segundo Mares, de acordo com o histórico de fiscalizações da Vigilância Sanitária, 90% dos passageiros desses ônibus clandestinos estão se dirigindo a outras cidades da região. Apenas 10% das pessoas que passam por aqui em transportes clandestinos têm seu destino final em Conquista.
Quando isso acontece, elas recebem informações sobre os cuidados a serem tomados em relação à contaminação pelo novo Coronavírus e são orientados a ficar de quarentena. “A Vigilância Sanitária pega todos os dados, como telefone e endereço, e passamos para a equipe do Call Center, onde é feito todo o monitoramento”, explica o coordenador da Visa.
 
Os agentes de trânsito da Semob também participaram da operação. “O Simtrans está com uma equipe na avenida Integração, observando se há embarque ou desembarque de ônibus interestadual. E assim, entrar com contato com o pessoal da Vigilância Sanitária, da PRF e da ANTT, para fazer os devidos parâmetros que correspondem à competência de cada um”, afirma o agente de trânsito Robson Freitas.