Fundado pelo jornalista Tico de Oliveira em 12 de junho de 1987 - E-mail: jornalimpactoconquista@gmail.com

Cidadão Repórter

77 98839-2585
Vitória Da Conquista(BA), Quinta-Feira, 29 de Outubro de 2020 - 13:56
28/09/2020 as 19:52 | Por Sudoeste Digital | 634
ELEIÇÕES 2020 | Conheça detalhes de cada um dos 7 candidatos à Prefeitura de Conquista
As eleições serão realizadas no dia 15 de novembro e o segundo turno no dia 29 caso seja necessário
Fotografo: Divulgação
Sem Legenda

Começou oficialmente, nesse domingo, 27,  a campanha eleitoral das eleições municípios de 2020. Em Vitória da Conquista, sete candidatos colocaram seus nomes para a disputa da prefeitura. O horário eleitoral gratuito nas emissoras de rádio e TV começa dia 9 de outubro.
 
Cabo Herling (PSL), David Salomão (PRTB), Herzem Gusmão (MDB), Maria Stella (Rede), Professor Ferdinand (PSol), Romilson Filho (PP) e Zé Raimundo (PT) são os nomes que vão disputar a preferência dos 231.176 eleitores aptos a irem às urnas no dia da eleição.
 
Em municípios com mais de 200 mil eleitores, como o caso de Vitória da Conquista, pode haver a realização de um segundo turno, caso o candidato mais votado não consiga mais de 50% na primeira votação.
 
As eleições serão realizadas no dia 15 de novembro e o segundo turno no dia 29 caso seja necessário. O adiamento ocorre em função da pandemia do coronavírus e acarretou mudanças no calendário eleitoral.
 
VEREADORES - Para a Câmara municipal, 18 partidos registraram 440 candidaturas às 21 vagas legislativas. Nas Eleições Municipais de 2020, pela primeira vez, candidatos ao cargo de vereador não poderão concorrer por meio de coligações. 
 
O fim das coligações na eleição proporcional foi aprovado pelo Congresso Nacional por meio da reforma eleitoral de 2017. Com isso, o candidato a uma cadeira na câmara municipal somente poderá participar do pleito em chapa única dentro do partido ao qual é filiado.
 
Para o cargo de prefeito, continua sendo possível a união de diferentes partidos em apoio a um candidato.
 
Veja quem são os candidatos a prefeito de Vitória da Conquista
 
Cabo Herling (PSL)
Herling Santos Conceição, conhecido como Cabo Herling, é o candidato a prefeito do PSL em Vitória da Conquista. Os 46 anos, policial militar irá concorrer à sua quinta eleição. O político foi candidato a câmara pelo PDT em 2008, pelo PP em 2012 e pelo até pelo PT, nas eleições de 2016. Em 2018, Herling deu uma guinada à direita e foi para o PRTB, onde foi candidato a deputado estadual, mas teve a candidatura indeferida.
 
Ele concorre pela chapa “Renova Conquista”, reunindo o PSL e o PSC. Ele declarou possuir patrimônio avaliado em R$240.000,00, incluindo uma casa e um automóvel (Veja mais informações sobre o candidato a prefeito e o plano de governo apresentado)
 
Ele terá com candidato a vice-prefeito o pastor Washignton Silva Ribeido (PSL), de 36 anos, disputando a sua primeira eleição. Ele declarou à Justiça eleitoral que não possui bens.
 
David Salomão (PRTB)
 
O PRTB oficializou a candidatura do vereador David Salomão à disputa da prefeitura de Vitória da Conquista. O candidato tem 38 anos e é natural de Alagoinhas. Ele é candidato pela coligação “Agora é a vez do povo”, agregando o PRTB e o Patriota.
 
Salomão está no seu primeiro mandato como vereador. Sua primeira eleição foi em 2012, pelo PCdoB, mas acabou não concorrendo, pois o registro de candidatura foi indeferido por seu nome não ter sido escolhido em convenção partidária. Ele foi candidato a Deputado Federal pelo PTC em 2014, obtendo 5.667. Eleito pelo mesmo partido a vereador em 2016, com 969 votos, o eleito menos votado na ocasião. Em 2018 voltou a se candidatar a deputado federal, desta vez pelo PRTB, conseguindo 38.277. Em Vitória da Conquista ele teve 23.221 votos.
 
O candidato declarou patrimônio avaliado em R$728.800,00 no ato de registro de sua candidatura. Os bens incluem um casa, veículos, saldo bancário e participações em uma empresa. (veja mais informações sobre o candidato a prefeito)
Ele terá como candidata a vice-prefeita a a assistente social Luiza Ariana da Rocha Mota Ferraz, de 45 anos. A candidata já concorreu a uma vaga de vereadora na cidade em duas ocasiões, 2008 e 2012, não conseguindo se eleger em nenhuma das oportunidades. (veja mais informações sobre a candidata a vice-prefeita)
 
Herzem Gusmão (MDB)
 
Nesta quinta-feira (24), mais três candidatos registraram suas candidaturas à prefeitura de Vitória da Conquista. Um deles é o atual prefeito Herzem Gusmão (MDB). Ele é candidato pela coligação “O trabalho tem que continuar”, reunindo além do seu partido, o MDB, os partidos Republicanos, PTB, MDB, Podemos, PMB, PSDB e DEM.
 
Gusmão tem tem 70 anos e é natural de Vitória da Conquista e fez carreira na cidade como radialista e redator. Antes de ser eleito com 57,58% dos votos em 2016, ele tentou ocupar o cargo de prefeito por duas vezes sem sucesso, em 2008 e 2012, e de deputado federal também por duas vezes, em 2014 e 2018.
 
Em sua declaração de bens, Herzem informou possuir patrimônio avaliado em R$153.661,10, incluindo um terreno, depósitos bancários e uma quantia em espécie. (veja mais informações sobre o candidato a prefeito)
 
 
Ele terá como candidata a vice-prefeita a presidente licenciada da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Vitória da Conquista, Sheila Lemos (DEM), que é filha da atual vice-prefeita, Irma Lemos. Ela foi candidata a deputada federal em 2018 e obteve 5.960 votos.
 
A candidata declarou bens avaliados em R$ R$667.109,15, como terrenos, veículos, depósitos, dinheiro em espécie e quotas em empresas. (veja mais informações sobre a candidata a vice-prefeita).
 
Maria Stella (Rede)
 
Maris Stella Schiavo Novaes de 52 anos concorre pelo partido Rede à prefeitura de Vitória da Conquista. Esta será sua segunda experiência política, sendo que a primeira foi uma candidatura à Câmara Municipal em 2008, não conseguindo se eleger. A candidata faz mestrado em Museologia, além de atuar em movimentos sociais.
 
Maris Stella declarou no ato de registro de candidatura que não possui bens. (veja mais informações sobre a candidata a prefeita)
 
 
Ela terá como candidato a vice-prefeito Leone Gomes, de 23 anos, disputando sua primeira candidatura. Ele também declarou não possuir bens. (veja mais informações sobre o candidato a vice-prefeito).
 
Professor Ferdinand (PSol)
 
O PSol terá candidato a prefeito de Vitória da Conquista Ferdinand Martins da Silva, o Professor Ferdinad. Em 2004 ele registou candidatura à prefeitura pelo PSTU, mas sua candidatura acabou indeferida. Ele é professor assistente da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb). O candidato tem 57 anos e atua na área de Física, possuindo título de doutorado em educação e ciências.
 
Ele declarou possuir bens avaliados em R$718.486,25, incluindo uma casa, propriedades rurais, automóvel e cotas de capitar em uma cooperativa de crédito. (veja mais informações sobre o candidato a prefeito)
 
 
Já Paulo Souza Monteiro tem 33 anos, é psicólogo e foi candidato a deputado estadual em 2018, obtendo 1.068 votos. Ele não declarou bens (veja mais informações sobre o candidato a vice-prefeito).
 
Romilson Filho (PP)
 
 
O empresário Romilson Filho será o candidato do PP à prefeitura de Vitória da Conquista. Romilson tem 53 anos e foi candidato a vereador não eleito em 2012. Ele também se colocou como pré-candidato a prefeito em 2016, mas acabou não concorrendo. A candidatura de Romilson terá apoio de cinco partidos. Além do PP, Partido Trabalhista Cristão (PTC), Partido Liberal (PL), Cidadania e Solidariedade (SD) formam a coligação.
 
O candidato declarou à Justiça Eleitoral não possuir bens. (veja mais informações sobre o candidato a prefeito)
Ele terá como como candidato a vice-prefeito o também empresário Kleber Avelino, conhecido como Kleber Doutor Saúde, do Solidariedade. Esta será sua segunda experiência em eleições. A primeira ocorreu em 2018, como candidato a deputado estadual, não conseguindo se eleger. (veja mais informações sobre a candidata a vice-prefeita)
 
Zé Raimundo (PT)
 
José Raimundo Fontes de 70 anos é mais uma vez candidato a prefeito pelo Partido dos Trabalhadores. Natural de Pojuca é professor da Uesb e conquistou seu primeiro cargo eletivo nas eleições de 2000, ao ser eleito vice-prefeito. Em 2002 ele assumiu o mandato e foi reeleito em 2004. Em 2016 ele tentou voltar a ocupar a cadeira de prefeito de Vitória da Conquista mas acabou derrotado. Atualmente está em seu terceiro mandato como deputado estadual.
 
Em torno de sua candidatura foi formada a coligação “Conquista do Futuro” formada por PT, PCdoB, PSB, PL e PDT. Zé Raimundo declarou possuir bens avaliados em R$2.254.145,38, incluindo imóveis, terrenos, veículo e aplicações financeiras. (veja mais informações sobre o candidato a prefeito)
 
Ele terá Luciana Oliveira (PCdoB) como candidata a vice-prefeita. Ela tem 39 anos e é jornalista e servidora da Câmara Municipal de Vitória da Conquista. Ela declarou possuir uma casa avaliada em R$163.000,00. (veja mais informações sobre a candidata a vice-prefeita).

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil