Fotografo: Reprodução
...
Divulgacao

Santuário celebra Fátima sem fieis pela primeira vez em 103 anos por causa do coronavírus
 
O local costuma reunir milhares de peregrinos todos os anos em 13 de maio, mas desta vez a Igreja incentivou que devotos expressassem sua fé em casa.
 
O Santuário de Nossa senhora de Fátima amanheceu esvaziado nesta quarta-feira (13) com o cancelamento das peregrinações religiosas para conter o avanço do novo coronavírus (Sars-Cov-2) em Portugal.
 
O país conseguiu controlar a epidemia de Covid-19 e com 28 mil confirmações e 1,1 mil mortes já planeja uma reabertura gradual.
 
“Pela primeira vez na história, desde 1917, o teu povo amado, Senhora nossa, não pode estar aqui, em multidão, impedido pelos riscos da saúde pública", disse em um comunicado o bispo de Fátima, monsenhor Antonio Marto.
Anualmente, a pequena cidade portuguesa, que leva o nome da santa, recebe cerca de 300 mil fiéis no dia 13 de maio. Este é considerado um dos eventos mais importantes do calendário católico para o país.
 
Segundo a tradição, a Virgem Maria apareceu para três jovens pastores em seis ocasiões em 1917. A primeira foi 13 de maio.
 
Peregrinação virtual
O Santuário disponibilizou uma série de conteúdos digitais para que os peregrinos pudessem cumprir com a devoção em casa. A Igreja publicou podcasts com histórias sobre a santa e incentivou que os fieis acendessem velas.
 
Em um comunicado, a instituição falou sobre o "desafio de uma peregrinação mais essencial" e sugeriu, entre seus fieis, o uso da hashtag #peregrinopelocoração.
 
Em Vitória da Conquista a imagem da Santa percorreu as ruas da cidade acompanhada na procissão com fiéis em seus automoveis . A procissão saiu da Paróquia  NOSSA SENHORA DE FATIMA. No seminario dos capochinhos.