Fotografo: Divulgação
...
Sem Legenda

O feijão carioca registra uma baixa do preço médio ao produtor de 1,9% nos últimos 30 dias, de acordo com a consultoria Cogo – Inteligência em Agronegócio. No acumulado do ano (janeiro a junho), a queda é de 4,7%. Em relação ao mesmo período do ano passado, o valor está 56,9% acima.
 
Os preços do feijão carioca, FOB produtor, de notas 8,5 a 9,5, oscilam em um intervalo entre R$ 240 a R$ 270 por saca de 60 kg, ante R$ 280 a R$ 330 por saca de 60 kg em maio.
 
Os preços do feijão preto extra, FOB produtor, oscilam entre R$ 160 e R$ 200 por saca de 60 kg, ante R$ 180 a R$ 230 por saca de 60 kg em maio.
 
“A queda de preços na última semana do mês deve ser interrompida no início de julho, com o pagamento dos salários e a maior demanda no varejo”, diz.
 
A tendência é de sustentação dos preços do feijão carioca e preto, com as quebras nas safras das regiões Sul e Sudeste e a formação de estoques por parte dos consumidores, após a eclosão da pandemia de Covid-19 no Brasil, com oferta interna ajustada ao consumo.