Fotografo: Reprodução
...
Divulgacao

Começou por volta das 6h desta segunda-feira (6), na Paróquia Nossa Senhora da Conceição, conhecida como Paróquia da Lapinha, em Salvador, as celebrações pelo Dia de Reis. [Confira programação ao fim da reportagem]
 
A celebração religiosa, uma das mais tradicionais do catolicismo, comemora a visita dos três reis magos, vindos do oriente, ao menino Jesus. Na capital baiana, a festa deste ano tem como tema central "Cristãos, vinde todos!".
 
Desde a última quinta-feira (2) que os fiéis se preparam para a festa, com um tríduo que seguiu até sábado (4).
 
Fiéis celebram Festa de Reis na Paróquia da Lapinha, em Salvador — Foto: Adriana Oliveira/TV BahiaFiéis celebram Festa de Reis na Paróquia da Lapinha, em Salvador — Foto: Adriana Oliveira/TV Bahia
Fiéis celebram Festa de Reis na Paróquia da Lapinha, em Salvador — Foto: Adriana Oliveira/TV Bahia
 
 
Nesta segunda-feira, houve alvorada às 6h e uma missa com batizados está marcada para as 7h30. O ponto alto da festa será a missa presidida pelo capelão da Marinha, padre Érico Pitágoras, às 19h, que falou da importância da celebração para os católicos.
 
"Expressão de festa e fé que deve ser preservada", destacou o pároco.
 
Os fiéis aproveitaram a Festa de Reis para fazer uma homenagem a José de Souza Pinto, mais conhecido como padre Pinto, que era responsável pelas Festas de Reis na Lapinha, em Salvador. O grupo fez adereços com a foto do padre, falecido no ano passado na capital baiana.
 
Confira a programação do dia 6 de janeiro:
 
 
 
O "Dia de Reis" ou "Dia dos Santos Reis" tem origem na tradição católica que lembra o dia que Jesus Cristo, recém-nascido, recebeu a visita de três Reis Magos: Belchior, Gaspar e Baltazar, vindos do Oriente, guiados por uma estrela.
 
Os três Reis Magos levaram a Jesus recém-nascido ouro, incenso e mirra, que representam as três dimensões de Cristo: a realeza, a divindade e a humanidade (o óleo da mirra servia para embalsamar os mortos). Tais presentes simbolizam, ainda, o futuro da missão de Jesus.
 
A intenção dos evangelistas ao mostrar os magos vindos do Oriente foi ensinar que o Cristo veio não apenas para o povo de Israel, mas para todos os povos e nações do mundo. A festa popular – também conhecida como Folia de Reis - foi trazida ao Brasil pelos colonizadores portugueses e até os dias atuais é tradição em regiões como o Nordeste, São Paulo e Minas Gerais.