Fotografo: Reprodução
...
Divulgacao

Em março, o Flamengo avaliava que os impactos financeiros relacionados à pandemia do coronavírus seriam "absorvíveis" não representariam risco de "continuidade nas operações", como exposto no demonstrativo financeiro do clube. Contudo, o cenário mudou, com o agravamento da crise no Brasil, e a diretoria entende que não é mais "possível indicar com precisão o fim da crise". Em suas demonstrações financeiras do primeiro trimestre do ano, o Fla mudou a rota e já não adota tão otimista para o fim da crise. Confira a avaliação do cenário causado pela covid-19 publicado pelo Flamengo no resultado financeiro do clube referente aos primeiro trimestre de 2020