Fundado pelo jornalista Tico de Oliveira em 12 de junho de 1987 - E-mail: jornalimpactoconquista@gmail.com

Cidadão Repórter

77 98839-2585
Vitória Da Conquista(BA), Sexta-Feira, 22 de Janeiro de 2021 - 11:50
26/11/2020 as 20:06 | Por Luciana Freire, Metro1 | 231
Interferência na PF: Bolsonaro decide não prestar depoimento e pede conclusão do inquérito
Decisão foi informada nesta quinta (26) ao STF pela AGU
Fotografo: Marcos Corrêa/PR
Sem Legenda

O presidente Jair Bolsonaro abriu mão de prestar depoimento à Polícia Federal no inquérito que apura sua suposta tentativa de interferência na autonomia da corporação. A decisão foi informada hoje (26) ao Supremo Tribunal Federal (STF) pela Advocacia-Geral da União (AGU).
 
O inquérito está paralisado desde 17 de setembro em razão da indefinição sobre o depoimento do presidente da República.
 
No documento, a AGU informa ao STF o desejo de "declinar do meio de defesa que lhe foi oportunizado unicamente por meio presencial no referido despacho", em referência ao depoimento. O governo tentava autorização para que Bolsonaro pudesse apresentar depoimento por escrito, em vez de comparecer presencialmente.
 
A abertura do inquérito foi autorizada no final de abril e tem como base a denúncia feita pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro, que pediu demissão alegando uma tentativa de Bolsonaro de interferir na PF para proteger familiares e aliados.




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil