Fotografo: Tânia Rêgo/Agência Brasil
...
Sem Legenda

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), reagiu ontem (12) aos ataques feitos por Hans River do Rio Nascimento, ex-funcionário da empresa de marketing digital Yacows, à jornalista Patricia Campos Mello, da Folha de S. Paulo, durante a CPMI das Fake News.
 
"Dar falso testemunho numa comissão do Congresso é crime. Atacar a imprensa com acusações falsas de caráter sexual é baixaria com características de difamação. Falso testemunho, difamação e sexismo têm de ser punidos no rigor da lei", disse, por meio do Twitter.