Fotografo: Reprodução
...
Divulgacao

O Governo Estado montou um esquema especial para a Micareta de Feira de Santana, que este ano vai acontecer de 25 a 28 de abril. Cerca de dez mil policiais e bombeiros foram destacados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) para atuar no evento, que contará ainda com o Sistema de Reconhecimento Facial. O equipamento será empregado nos principais pontos de acesso ao circuito.
 
Testado no Carnaval de Salvador 2019, resultando na identificação de um homicida fantasiado de mulher, a tecnologia vai ajudar a fiscalizar se existem foragidos da Justiça na festa. Criminosos com mandado de prisão em aberto serão monitorados e capturados.
 
Outra novidade este ano é a mudança na disposição do policiamento ostensivo na festa. Desta vez, os postos elevados de observação vão abrir espaço para o folião pipoca. Os policiais militares vão acompanhar o movimento sobre uma passarela montada ao longo do circuito Maneca Ferreira. A iniciativa visa a oferecer mais espaço aos foliões e agilizar a atuação policial. 
 
Três Centros Integrados de Comando e Controle (CICC) Móveis (caminhões) também serão empregados na Micareta. Ao longo do circuito, câmeras fixas auxiliarão o patrulhamento ostensivo e ações de inteligência.
 
Capacitação de condutores de trio
 
O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA) também vai atuar na Micareta de Feira. A festa terá a participação de equipes das áreas de educação e fiscalização do órgão. Antes da festa, o Detran capacita os condutores de trios e faz a vistoria dos veículos que desfilam no circuito, com teste do etilômetro para os motoristas, blitzes da Lei Seca e ações de conscientização entre os foliões. Para retirar de circulação condutores e veículos irregulares, o Detran terá o apoio da 3ª Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran), localizada em Feira de Santana, e da Polícia Militar.
 
Respeita as Mina
 
A Secretaria de Políticas para as Mulheres do Estado da Bahia (SPM-BA) estará na Micareta de Feira de Santana com a campanha Respeita as Mina de enfrentamento à violência contra as mulheres. A SPM levará a Unidade Móvel, que ficará montada próximo ao circuito principal da festa, com uma equipe multidisciplinar para orientações e acolhimento às mulheres. No local também serão distribuídos materiais da campanha como folder, adesivos e ventarolas com informações sobre o combate ao assédio e a importunação sexual em festas populares como a micareta, as várias formas de violência de gênero, como denunciar e onde buscar atendimento.