...
Fotografias por: Tico Oliveira | Legenda Foto: Divulgacao

Minhas rosas no forró do ministério das estrelas de olho no suborno musical.
Minhas rosas: o ministério público chamou os gestores públicos para dançar 
O forró da ética no poder administrativo que é mana do povo.
E os defensores e guardiões da lei estão avisando aos prefeitos para não gastarem
O dinheiro público no mesmo ritmo do pão e circo que este país vem há décadas acostumado e sentindo a roubalheira dos prefeitos, coordenadores de cultura e secretários desta pasta nos caches de caixa dois e sonorizações de jabás, minha querida.
A cidade de Vitória da Conquista e outras tantas localidades festivas da Bahia já receberam os ofícios determinando a prudência 
No sentindo das contratações. E por certo aromáticas do jardim da lealdade suprema. Se esses prefeitos tornarem repetir o mau uso do dinheiro público terão o crivo da lei respondendo por falta de responsabilidade administrativa. É inadmissível, por exemplo, vermos cidades próximas a Vitória da Conquista fazendo festas juninas, anunciando atrações com salários atrasados e postos de saúde sem médicos e escolas; sem transporte ou mesmo a merenda escolar. Igualmente ao ministério público estamos de olho na justiça brasileira, que a cada dia está se tornando impactante na competência e cidania plena na igualdade social.