Fotografo: Reprodução
...
Ronald Levinsohn

Ronald Levinsohn morreu hoje de manhã, aos 81 anos, no Rio de Janeiro. Chegou a ser um dos nomes mais poderosos do mercado financeiro – nos anos 80, ele foi dono da Delfin, maior caderneta de poupança do Brasil. Ronald tinha uma linda casa no alto da Gávea, no Rio. Na Bahia, também possuía negócios – era proprietário de fazendas em Formosa do Rio Preto.