Fotografo: Divulgação
...
Sem Legenda

O professor Mozart Tanajura retirou, nesta segunda-feira (14), sua pré-candidatura a prefeitura de Vitória da Conquista pelo PSB. O partido irá agora apoiar a chapa petista, composta pelo deputado José Raimundo Fontes (PT) e a jornalista Luciana Oliveira (PCdoB). A decisão foi tomada coletivamente, segundo Mozart, pelos membros do diretório municipal da sigla.
 
Com a chegada do PSB, a coligação da chapa petista passa a ser formada por quatro partidos, o que inclui o PCdoB e o PDT. Além disso, a sigla de Zé Raimundo tem mantido diálogo com o PL, com o PSD e Avante, também em busca de apoio.
 
“É uma composição que eu creio que irá fortalecer ainda mais o campo democrático. Será uma caminhada construída coletivamente com esses partidos, para que a gente possa dar a Vitória da Conquista uma alternativa viável de uma política nova e libertadora”, destacou Tanajura.
 
O professor confirmou que continuará participando da disputa eleitoral deste ano, porém, como candidato a vereador. “Na política, a gente tem que caminhar de acordo com a vontade da coletividade. E dentro do nosso partido, nós temos sempre discussões democráticas. Agora, iremos trilhar com uma chapa ainda mais forte para o Legislativo. Temos a convicção de que a Câmara Municipal conquistense precisa de renovação”, disse.
 
Essa será a primeira vez que Mozart Tanajura disputará a uma vaga no Legislativo Municipal. Na eleição passada, em 2018, ele concorreu ao cargo de deputado. “Obtive uma votação expressiva, dada às circunstâncias, e acredito que a gente tem tudo para conquistar essa vaga agora na Câmara”, finalizou.