Fundado pelo jornalista Tico de Oliveira em 12 de junho de 1987 - E-mail: jornalimpactoconquista@gmail.com

Cidadão Repórter

77 98839-2585
Vitória Da Conquista(BA), Segunda-Feira, 27 de Setembro de 2021 - 03:52
10/09/2021 as 20:16 | Por Da Redação/CMVC | 439
Muniz: A câmara se transformando em circo, o povo não merece está palhaçada.
O parlamentar aproveitou para criticar deputados que são votados na cidade e não destinam recursos para o município
Fotografo: Ascom/CMVC
Sem Legenda

Durante pronunciamento na Sessão Ordinária desta sexta-feira, 10, o vereador Subtenente Muniz (Avante) destacou a destinação de R$ 700 mil em emendas do deputado federal Raimundo Costa (PL), sendo R$ 350 mil por articulação de seu mandato e outros R$ 350 mil pelo mandato do vereador Orlando Filho (PRTB). 
 
“Tivemos a grata surpresa de receber o ofício de um deputado que nem conhece a nossa cidade e liberou muitos recursos para o nosso município. De emenda, só para área de educação, já liberou R$ 700 mil”, disse Muniz. “Vamos aplicar na Zona Rural. Isso, sim, é lutar e buscar melhorias para a nossa cidade”, contou.
 
O parlamentar aproveitou para criticar deputados que são votados na cidade e não destinam recursos para o município. “Deputados que permanecem aqui por 20 anos e que a gente não vê trazer recursos para a nossa cidade”, disparou.
 
Boulevard Shopping – Ainda em seu pronunciamento, Subtenente Muniz reclamou da dificuldade de acesso de pedestres ao shopping, que cobra estacionamento embora abrigue uma unidade do SAC e a sede da 4ª Ciretran. “Ontem, este vereador esteve no Boulevard Shopping e pude presenciar como está sendo tratado o cidadão de bem de nossa cidade”, disse. 
 
Muniz lembrou que, devido à cobrança do estacionamento, muitos cidadãos deixam seus veículos estacionados na lateral do shopping, para evitar mais uma despesa. “A entrada que tinha ao lado das cancelas eles fecharam para proibir o pedestre de entrar. Não vamos permitir, a Casa aqui representa o povo”, disse ele, pedindo que a Comissão de Proteção e Defesa do Consumidor busque providências para o problema. “Pessoas grávidas, com crianças de colo passando por baixo, ali. Não pode”, finalizou. 
 
 
Ouça o áudio abaixo:
 

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil