Fotografo: Reprodução/Google Maps
...
Sem Legenda

O ditador do Turcomenistão Gurbanguly Berdymukhamedov proibiu o uso da palavra coronavírus no país. Além da imprensa, a população também está vetada de utilizar a palavra, mesmo em diálogos casuais. A determinação foi feita nesta terça-feira (31), de acordo com reportagem da Folha de S. Paulo.
 
A matéria explica que a polícia do país está autorizada a prender qualquer pessoas que use a palavra em locais públicos.
 
Berdymukhamedov tem 62 anos e está como mandatário do Turcomenistão desde 2007.
 
O ditador já tinha banido o uso de outras palavras da imprensa oficial, incluindo "problema”.
 
O país é o último colocado no ranking de liberdade de imprensa feito pela ONG Repórteres Sem Fronteiras e o penúltimo no ranking de liberdade global feito pela Freedom House, entidade com sede em Washington.