Fundado pelo jornalista Tico de Oliveira em 12 de junho de 1987 - E-mail: jornalimpactoconquista@gmail.com

Cidadão Repórter

77 98839-2585
Vitória Da Conquista(BA), Terça-Feira, 30 de Novembro de 2021 - 18:01
24/11/2021 as 20:27 | Por Da Redação |
OAB: As mulheres venceram, Vitória da Conquista Luciana 444 votos, Salvador Daniela 476 Votos
Nesta quarta-feira (24), aconteceram as eleições da OAB para o triênio 2022-2024, realizadas em todo o estado da Bahia
Fotografo: Reprodução
Sem Legenda

Nesta quarta-feira (24), aconteceram as eleições da OAB para o triênio 2022-2024, realizadas em todo o estado da Bahia. Em Vitória da Conquista, o pleito ocorreu das 9h às 17h, na Sede da Subseção.
 
Ao todo, 884 advogados estiveram presentes na Sede da Subseção de Vitória da Conquista, exercendo sua democracia. Dessa forma, a advocacia conquistense elegeu Luciana Silva como nova presidente da OAB-Conquista. A primeira mulher presidente da OAB-Conquista, foi eleita com um total de 444 votos, superando seu adversário, Jônatan Meireles, que somou 404 votos. Os votos nulos somaram 22 e brancos 14.
 
 Na eleição para a Seccional, a chapa vencedora foi a União Pela Advocacia, tendo como presidente Daniela Borges, com um total de 476 votos, superando a segunda colocada, OAB de Coração, que obteve 371 votos.
 
Além de Luciana Silva, foram eleitos os presidentes das demais subseções. A Bahia tem 36 subseções da OAB. Todos tomarão posse no dia 1º de janeiro de 2022 e cumprirão o mandato até 31 de dezembro de 2024.
 
Em Salvador Daniela Venceu
A presidente da Comissão Nacional da Mulher Advogada, Daniela Borges,  da chapa “União pela Advocacia” foi eleita nesta quarta-feira (24), presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seção Bahia (OAB-BA).  Daniela estará à frente da instituição de 2022 a 2024.
 
Daniela Venceu em Salvador Foto: Max Haack/Ag. Haack/Bahia Notícias
 
As eleições contaram com 104 urnas distribuídas no Centro de Convenções de Salvador. Participaram da disputa para o triênio 2022-2024 Ana Patrícia Dantas Leão (chapa “OAB de Coração”), atual vice-presidente que rompeu com seu grupo e se lançou como candidata; Daniela Borges (chapa “União pela Advocacia”), conselheira federal na OAB Nacional eleita na chapa de Fabrício Castro, que optou em não concorrer pela reeleição e a lançou na disputa; Dinailton Oliveira (chapa “OAB pra Valer”), ex-presidente da Ordem; e Ricardo Nogueira (chapa “Liberta OAB”).
 
O pleito também definiu  os cargos de presidente, vice-presidente, secretário-geral, secretário-geral adjunto, tesoureiro, diretoria da Caixa de Assistência dos Advogados (CAAB), diretorias das Subseções no interior e membros do Conselho Seccional, do Conselho Federal.

Fonte Ascom/OABVitoria da Conquista e Bahia Notícias




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil