Fotografo: Agência Brasil
...
Sem Legenda

A Organização Mundial da Saúde (OMS) adotou uma nova técnica de esterilização que usa radiação contra o mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. O procedimento é chamado de "Sterile Insect Technique" (SIT), ou "técnica do inseto estéril", em português e foi anunciado nesta quinta-feira (14).

 

A técnica consiste em criar e liberar mosquitos machos incapazes de se reproduzirem. Soltos na natureza, mesmo que eles se acasalem com as fêmeas, serão inférteis e, portanto, não poderão procriar.

 

Reportagem do Bem Estar esclarece que a ideia dos cientistas é de que ao longo do tempo a população de mosquitos da espécie Aedes aegypti possa diminuir, especialmente nos países tropicais, mais afetados pelas doenças. As fêmeas do mosquito são as que picam pessoas e animais e, assim, transmitem doenças.