Fotografo: Mauricio Leiro / Bahia Notícias
...
Sem Legenda

Operadoras de saúde propuseram ao governo e Congresso Nacional mudanças nas regras que regulamentam o setor. Conforme apurado pelo Estadão, se a solicitação for atendida, será possível a oferta de planos para atender apenas determinados tipos de doença - como cardíacas ou renais - ou para procedimentos específicos.
 
O grupo tem a intenção de facilitar a oferta de planos individuais, permitindo a criação de contratos com menor cobertura e mensalidades mais baixas.
 
Reportagem do Estadão compara a ideia a um “pay-per-view” da saúde, em que clientes montam o plano de atendimento conforme seu interesse e pagam de acordo com as opções que incluírem.
 
Se a proposta for aceita, poderá haver no mercado planos que não façam atendimento para câncer ou problemas renais, por exemplo. Pacientes que necessitarem o tratamento e não tiverem previsão de cobertura, terão de recorrer ao Sistema Único de Saúde (SUS).