Fotografo: Reprodução | G1 Bahia
...
Sem Legenda

A Polícia Federal deflagrou uma operação contra juízes e desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA) na manhã desta terça-feira (19). Segundo a PF, a ação tem como objetivo combater um suposto esquema de venda de decisões judiciais, além de corrupção ativa e passiva, lavagem de ativos, evasão de divisas, organização criminosa e tráfico influência.
 
A ação, que foi batizada de “Operação Faroeste”, tem participação de mais de 200 policiais federais. Ao menos 4 mandados de prisão e 40 mandados de busca e apreensão devem ser cumpridos em Salvador, Barreiras, Formosa do Rio Preto e Santa Rita de Cássia, que ficam na Bahia, além de Brasília.  Também há ordem de afastamento de quatro desembargadores e dois juízes.
 
Os nomes deles não foram divulgados. Os mandados foram expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) e, de acordo com a PF, têm por objetivo localizar e apreender provas complementares dos crimes praticados. O G1 solicitou posicionamento ao TJ-BA sobre a operação, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.