Fotografo: Reprodução
...
Vereador Hermínio Oliveira (PPS)

“A Câmara não tem o poder de baixar o preço da gasolina, mas tem o poder de bradar, de brigar, de chamar a atenção”, foi com essa explicação que o vereador Hermínio Oliveira (PPS) iniciou seu discurso na Casa do Povo nesta sexta-feira (08), durante a segunda sessão de 2019.
 
Oliveira disse que o que acontece em Conquista é inaceitável: “o que acontece aqui é uma formação de cartel, quadrilha, quadrilha armada, agindo com associação e colocando o preço abusivo no povo de Conquista”. Ele relatou que em Salvador e Jequié, a gasolina custa R$ 4,  em Anagé, R$ 4,49, e que a Câmara precisa montar uma comissão para investigar porque o produto é vendido tão caro na cidade de Vitória da Conquista. “Isso é caso de  Polícia Civil, Polícia Federal, Receita Federal. Tem que chamar a Secretaria da Fazenda para pegar as notas das distribuidoras e ver qual o valor que os postos estão recebendo o combustível”, e lamentou dizendo que não é possível que os donos de postos ganhem “R$ 0,50 centavos de lucro de Jequié para Conquista. Um caminhão tem  40 mil litros, agora soma isso ao preço abusivo”.
 
Finalizou seu pronunciamento lembrando de tantos outros assuntos que a Câmara conseguiu resolver, como o gás de cozinha. “Fomos fiscalizar o gás de cozinha, constatamos irregularidades e conseguimos resolver o problema”. Falou ainda que “em dezembro falamos aqui, eu e Davi Salomão sobre o preço da gasolina e vamos pesquisar, fazer um levantamento de preço, nós estamos aqui para cobrar”.