Fotografo: Divulgação
...
Município de Dionísio Cerqueira-SC

Com os preços do milho em alta no mercado interno, os agricultores aceleraram a comercialização da safra 2019/2020. Em Mato Grosso, até a primeira semana de março, 73,4% do cereal esperado na segunda safra no ciclo atual foi comercializado para entrega futura, segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).
 
O ritmo de comercialização está 20,5 e 20,9 pontos percentuais acima do observado na safra anterior e na média dos últimos cinco anos, respectivamente.
 
Segundo levantamento da Scot Consultoria, em Rondonópolis (MT), a saca de 60 quilos ficou cotada em R$ 44,50 nesta terça, 24, alta de 6% no acumulado de março. Na praça de Campinas (SP), os negócios ocorrem ao redor de R$ 57 por saca, aumento de 5,6% no acumulado de março.
 
A expectativa é de preços firmes no curto e médio prazos, em função da boa demanda, do dólar valorizado e da previsão de estoques mais apertados nesta temporada.
 
“Seguimos monitorando o clima e a situação da segunda safra de milho no país e os reflexos do coronavírus sobre a demanda interna e externa”, disse a Scot.