Fotografo: Reprodução
...
Divulgacao

 

Após a publicação de matéria ,NO JORNAL IMPACTO ONTEM ASSINADA POR CARLO COSTA ,sobre a não atualização de notificações dos casos de Covid-19 em Vitória da Conquista, a prefeitura da cidade afirmou que não há falta de atualização de casos.
 
Conforme a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), a cidade possui 2.919 casos suspeitos de Covid-19. A pasta afirma que a prefeitura conquistense não tem dado baixa nos casos notificados ao estado, especificando se eles foram confirmados ou descartados. Segundo a gestão de Vitória da Conquista, os números apresentados não se referem à doença provocada pelo novo coronavírus. “São 4.804 notificações registradas e parte considerável delas, 3.697 casos, é referente a pacientes que apresentam Síndrome Gripal. Este grupo, por determinação do Ministério da Saúde, também precisa constar no sistema de informações e-SUS Notifica e são identificados como casos suspeitos”, justificou a prefeitura.
 
“Na realidade, do número acima, apenas 1.412 dos casos suspeitos possuem critérios de coleta para exame laboratorial de diagnóstico da Covid-19, como define Nota Técnica da Secretaria de Saúde do Estado”, disse a prefeitura ao citar que a orientação da Sesab é de realização de restes em pacientes internados com suspeita de Covid-19; pessoas que apresentem Síndrome Respiratória Aguda Grave; profissionais de saúde com síndrome gripal; ou que tiveram contato com casos confirmados de Covid-19 mesmo assintomáticos; e  pacientes que foram a óbito com suspeita da doença cuja coleta não pôde ter sido realizada em vida.
 
A gestão de Vitória da Conquista ainda ressalta que dos 1.412 casos notificados até a sexta-feira (29) com suspeita de Covid-19, 973 tiveram resultado laboratorial negativo para a doença, 134 tiveram resultado positivo e 305 aguardam coleta ou resultado laboratorial. Os pacientes que apresentam síndrome gripal estão, também, sendo monitorados pela Secretaria Municipal de Saúde. Eles serão incluídos no sistema e-SUS como determina o Ministério da Saúde.
 
 
“No cruzamento dos casos, são levados em consideração diversos critérios e orientações do Ministério da Saúde, podendo haver inconsistências entre os dados apresentados e os divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde. O sistema e-SUS Notifica passou por uma atualização no dia 17 de maio, e como é de responsabilidade das secretarias municipais a atualização, estamos fazendo um levantamento do sistema para avaliar a discrepância de números e, neste momento, estamos atualizando nosso banco de dados”, explicou a gestão do município.
 
 
 
A nota ainda esclarece que existem casos de pacientes que tiveram resultado negativo por meio de teste rápido, mas, obedecendo as orientações da Nota Técnica Nº54 da Sesab, que não confirma nem exclui completamente o diagnóstico para Covid-19 por esse tipo de teste, ele é usado como um teste para auxílio diagnóstico, e não como definitivo.
 
 
 
Por fim, a prefeitura explica que dos 7.020 testes rápidos enviados ao Estado pelo Ministério da Saúde, 5.600 foram destinados à Secretaria Municipal de Saúde de Vitória da Conquista. O restante foi distribuído pelo Núcleo de Regional de Saúde da Sesab para outras unidades sanitárias do município. A Sesab havia informado que a prefeitura havia recebido 7.080 testes.