Fotografo: Divulgação
...
Sem Legenda

Durante a sessão ordinária desta quarta-feira(12), na Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), o vereador Coriolano Moares (PT) também contestou o discurso do prefeito Herzem Gusmão (MDB), que afirmou, na última sexta-feira(07) que nas gestões anteriores o município nunca atingiu a meta do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). Cori, que foi secretário de educação de 2009 a 2012, apresentou dados e fatos que desmente a fala do prefeito.
 
Segundo o edil, o discurso de Herzem tentou descaraterizar a gestão em que ele (Cori) foi secretário de educação. “Em 2007 o IDEB foi a alcançado tanto no 5º ano, como no 9º. Quando foi 2009 houve uma crise na educação de todo país por conta daquele sistema de aprovação automática. Então fizemos um trabalho forte. Vários projetos foram implementados: Roda de educação, Escola Mais que virou para o Governo Federal o Mais Educação, foi o primeiro município a implantar atacando massivamente as áreas de matemática e raciocínio lógico. E quando chega em 2011 a gente bate a meta do IDEB no 9º ano”, disse.
 
As informações do site oficial do IDEB confirmar a fala do vereador e mostrar também que, em 2017, primeiro ano da gestão Herzem Gusmão, apesar de algumas escolas atingirem o previsto, a meta geral do IEDB para o município não foi atingida.
 
Durante sua fala, Cori frisou: “Eu nunca liguei para escola pedindo que aluno fosse aprovado só para melhorar a nota do IEDB. Eu nunca obriguei que alunos de 14 anos tivesse que estudar a noite, mesmo sem querer esse turno, para melhorar a nota do IDEB”. E finalizou dizendo que o Governo Herzem precisa parar de responsabilizar a gestão passada por tudo. “Acho que o governo tem que avançar nos pilares que foi deixado, deixar sua marca dos 4 anos, e deixar de lado a gestão anterior”, pontuou.