Fotografo: Reprodução
...
Representantes da Prefeitura Municipal e da Seap

Prestes a completar um ano de sua implantação, o Projeto Começar de Novo, que visa oportunizar a ressocialização de apenados através do trabalho, tem se tornado uma referência na Bahia.
 
Promovido através de um convênio entre a Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista, a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap – BA) e o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), o projeto – inédito no estado, oferece a detentos do regime semiaberto uma oportunidade de trabalho na Administração Municipal. Em troca, os presos têm os dias trabalhados comutados à pena, além de serem remunerados.
 
Em reunião realizada em Salvador, no último dia 3 de julho, representantes da Prefeitura Municipal e da Seap, realinharam os termos do convênio envolvendo os 100 apenados que atualmente prestam serviços em várias secretarias da Prefeitura.
 
Os detentos executam trabalhos para as secretarias municipais de Meio ambiente (Semma), Serviços Públicos (Sesep), Saúde (SMS) e Desenvolvimento, trabalho e renda (Semtre). Além disso, acompanhados de técnicos da Prefeitura de Vitória da Conquista, operam no Programa de convivência com o semiárido: “Palmas para Conquista”, da Prefeitura Municipal, administrado pela Secretaria de governo (Segov).
 
Segundo a secretária de governo, Geane Oliveira, o pioneirismo de Vitória da Conquista com o projeto tornou-se um modelo a ser implantado pelas demais cidades. “O objetivo é o de reeducar, através do trabalho, aqueles que cometeram erros. Essa ação é também um voto de confiança a esses homens e mulheres que buscam um recomeço”, declara a secretária.