Fotografo: Paulo Henrique Carvalho
...
Sem Legenda

O governador da Bahia Rui Costa (PT) participou da quinta reunião do Fórum de Governadores, nesta terça-feira (11), em Brasília. Na oportunidade, o petista se colocou à disposição do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), no sentido de construir um acordo com os deputados para o avanço da votação para reforma da Previdência. No entanto, Rui colocou que devem ser retirados do projeto enviado pelo governo Bolsonaro temas já explicitados pelo Consórcio de Governadores do Nordeste. 
 
Ainda na ocasião, Rui enfatizou que o texto atual não é bom para a Bahia e, se for mantido, defende que o estado seja excluído da reforma. “Com este texto que está aí eu fico contra, porque é prejuízo para a Bahia e com isso eu não posso concordar”, manifestou o governador baiano. 
 
O governador fez as contas do impacto do texto atual nas finanças da Bahia. Em seu entendimento, uma reforma da Previdência é urgente e necessária, mas deve ser justa e com ajustes que realmente ajude os estados a sair do vermelho.
 
Rui é crítico a quatro pontos: as alterações no Benefício de Prestação Continuada (BPC) e na aposentadoria rural, a intenção de desconstitucionalizar o texto e a criação da capitalização.