Fotografo: Divulgação
...
Sem Legenda

Cinco detentos, de um total de 163, não retornaram ao regime prisional de Vitória da Conquista, findo o prazo da saída temporária do feriado de 7 de Setembro (Independência da Brasil).
 
Quem não retorna no prazo previsto, caso seja preso, perde o direito a novos indultos. A partir do próximo saidão os presos serão monitorados por tornozeleira eletrônica.
 
O último dia para reapresentação expirou nessa segunda-feira, 9, às 9 horas. Dos cinco detentos evadidos, apenas um é de Vitória da Conquista. Dois são da cidade de Bom Jesus da Lapa. Um é de Itapetinga e outro de Guanambi.
Apesar de previsto em lei, há uma preocupação das autoridades com o retorno desses presos. De acordo com levantamento da reportagem, 15% das pessoas que tiveram saídas temporárias nos últimos anos não retornaram para as unidades.
 
Os detentos que são beneficiados precisam seguir alguns critérios. O detento de regime semiaberto é beneficiado com cinco saídas de até sete dias durante o ano, com intervalo mínimo de 45 dias entre os benefícios.
 
Em novembro de 217, um projeto de lei foi aprovado na Câmara dos Deputados propondo mudanças para saídas temporárias. Uma das alterações é que o beneficio passe de sete para quatro dias e que possa ser utilizado apenas uma vez por ano e não cinco, como é atualmente.