Fotografo: Leitor BNews
...
Sem Legenda

O jovem acusado de ser o autor dos disparos que mataram duas mulheres e feriram três pessoas, entre eles um investigador da Polícia Civil, no sábado (12), em Águas Claras, teve o mandado de prisão temporária cumprido, na tarde desta quarta-feira (16), no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
 
Segundo a Polícia Civil, Jefison Santana Cardoso, o Jefinho, de 21 anos, vai responder por homicídio e tentativa de homicídio, e está à disposição da Justiça. Ele será encaminhado para o sistema prisional.
 
De acordo com o coordenador da 2ª Delegacia de Homicídios (DH/Central), delegado Guilherme Machado, o crime ocorreu em um bar, depois que Jefinho se desentendeu com Maricélia da Silva Santos, proprietária do estabelecimento.
 
Após a discussão, ele teria deixado o local e retornado, em seguida, com duas armas, efetuando vários disparos. Além de Maricélia, Deise Vitória Teles Silva também não resistiu aos ferimentos. O policial, o filho e o sobrinho foram socorridos para unidades hospitalares.
 
A 2ª DH/Central dará continuidade às investigações, para identificar outros envolvidos no crime.