Fotografo: Nelson Almeida - AFP
...
Sem Legenda

Candidato derrotado à presidência da República e ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT) foi vaiado em Salvador durante a 11ª Bienal da União Nacional dos Estudantes (UNE). Depois de fazer críticas ao PT, ele viu o público presente protestar e respondeu repetindo uma frase dita pelo irmão, o senador Cid Gomes (PDT). "Eu não sou corrupto. Eu tô solto! É o Lula que está preso, babaca! O Lula tá preso. Provocou, vai ouvir", diz Ciro.
 
Na fala de Ciro, ele afirmou que esteve ao lado de Lula em todas as eleições em que este concorreu, mas criticou a postura da esquerda que, segundo ele, ajuda a "afundar o Brasil. 
 
O público gritava "Lula livre" e "Lula guerreiro do povo brasileiro" durante sua fala. "Eu compreendo... Olha aqui, eu ajudei o Lula em todas as eleições dele, fui ministro da Integração dele...Ele aceitou os recursos e agora, meu irmão, minha irmã, desculpa, não fui eu quem condenei Lula. Não tá na minha mão libertar o Lula. Eu avisei que se a direita ganhasse as eleições o Lula ia ficar preso por muito mais tempo, eu avisei na campanha. Todo mundo pode vomitar a paixão que quiser, mas enquanto a gente ficar assim, acreditando em minorias ínfimas, esmagadoramente derrotados que fomos... Nós fomos humilhamentemente derrotados por essa estratégia e insistir nela afunda o Brasil", afirmou.