Fotografo: Divulgação
...
Sem Legenda

De acordo com a Scot Consultoria, o início do mês retomou as negociações do mercado de suínos. Apesar das vendas não retornarem ao ritmo esperado, os preços registraram alta na última semana. Nas granjas de São Paulo, o valor do animal terminado subiu R$ 3,00 por arroba no período, sendo negociado, em média, a R$ 109,00 por arroba. No atacado, a valorização no mesmo comparativo foi de 3,6%, com a carcaça vendida, em média, a R$ 8,60 por quilo.
 
No mercado externo, em fevereiro o Brasil exportou 58,1 mil toneladas de carne suína in natura. Na comparação com o mês anterior, ocorreu recuo de 1,9% nas exportações. Frente ao igual período do ano passado, o incremento foi de 26,8%.
 
O primeiro bimestre encerrou com volume embarcado 33,8% maior em comparação a 2019, com a China como o principal destino no período. A peste suína africana mantém o fluxo das exportações em bom ritmo.
 
A curto prazo, os preços no mercado brasileiro devem continuar firmes, devido ao início do mês, época em que sazonalmente as vendas são mais encorpadas.